sábado, 25 de maio de 2013

DIORAMA: O ATAQUE DA COBRA


Este meu diorama sobre a Campanha da Normandia, representa a passagem de um Sherman M4 105mm Howitzer nas ruas de Coutances. A cidade foi ocupada pela 4ºDivisão Blindada Americana durante a Operação Cobra, no final de Julho 1944.

Encontrei uma boa foto de época que serviu de inspiração para desenvolver o cenário de mais um interessante diorama...

A Operação Cobra compreendia 2 fases operacionais: No primeiro dia, foi a fase de rompimento, iniciado a 25 de julho com um assalto da infantaria americana através das defesas alemãs, que tinham sido bastante castigadas por um intenso bombardeio aéreo, dois dias antes.

A cidade de Coutances foi tomada durante a noite de 28 de Julho e este canhão alemão, foi abandonado pela sua guarnição após alguma resistência, como podemos observar pelos cartuchos e caixas de munição espalhados pelo chão. No segundo dia da operação, a 2º e 3º Divisões Blindadas americanas foram injetadas na batalha, começando assim, a fase de exploração da brecha. Ambas a 4º e a 6º Divisões Blindadas americanas, foram afuniladas através da cidade de Coutances que estava servindo de passagem na direção de Avranches, porta de entrada para a região da Bretanha.

Usei um set de infantaria americana da DML/Dragon. Adicionei mais um infante de resina da Verlinden. Observe o ouriço feito com madeira balsa e arame farpado trançado a partir de fios de cobre. As placas de sinalização, são impressos da Royal Model.

Esta árvore foi feita a partir de uma raíz, cuidadosamente arrancada após uma visita ao campo e devidamente hidratada. As folhas foram coladas uma de cada vez, com cola branca e depois de secas foram pintadas com óleos bem diluídos, em diferentes tons de verde e raw umber. As placas do muro são impressos Verlinden.

Uma boa visão do PAK 97/38 na esquina da rua, em posição de emboscada e abandonado pelas tropas alemãs em fuga.....Esta era uma boa arma para a defesa anti-carro, o calibre de 75mm tinha capacidade de perfurar a blindagem de qualquer tanque aliado, quando da época das ações na Normandia.

O Sherman do diorama é um M4 105mm Howitzer, da DML/Dragon. Este Sherman era um tipo de tanque relativamente novo, que começo a aparecer 2 semanas após os desembarques na Normandia. Fazia parte da Cia de Q.G nos batalhões de tanques para proporcionar apoio de fogo adicional.

O prédio foi feito de gesso, assim como também o pequeno muro com a árvore. O trabalho envolvido em esculpir e pintar o prédio mais o pavimento de paralelepípedos, ocupou cerca de 70% do tempo de modelismo gasto para concluir este diorama.

*Clique na imagem para visualizar melhor.

Agradeço a sua Visita!!!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

KUBELWAGEN AMBULANCE



Eu iniciei a montagem deste kit da Tamiya na escala 1/35 e depois adicionei o set de conversão para ambulancia da DML/Dragon. O modelo foi pintado com acrílicos da Tamiya, depois adicionei alguns desgastes com enamels da Modelmaster. A maca, usada para carregar os feridos, foi pintada com Tamiya Buff xf-57 e depois do whashing e drybrushing, fiz o acabamento com tintas a óleo, para destacar o efeito de pano da maca. Para finalizar, usei Vermelho Chinês, para reproduzir os pingos de sangue sobre a maca.


Precisei modificar a suspensão traseira do kubelwagen, deixando mais baixa que o normal, quase que encostando nas rodas, para dar o efeito de peso sobre o veículo, uma vez que o veículo está com "overload" de carga, resultado de algumas muitas variadas caixas com equipamento médico que está transportando. O set de acessórios é Verlinden.



*Clique na imagem para visualizar melhor.
Agradeço a sua Visita!!!

quarta-feira, 15 de maio de 2013

GERMAN 75mm PAK 97/38


Apesar da Alemanha possuir um enorme parque industrial de armamentos, a necessidade de abastecer de canhões o seu exército, provou ser um desafio permanente e que ia além da capacidade da indústria bélica germânica.

Uma solução foi empregar armas capturadas e isso foi o que a Wehrmacht fez com o canhão de campanha francês de 75mm modelo 1897. Centenas desses canhões fabricados pela Schneider foram capturados durante as campanhas na Polônia em 1939 e na França em 1940 e foram empregados em serviço alemão como obuseiros.


Mais tarde naquele conflito, confrontando com tanques soviéticos bem blindados em 1941, houve uma necessidade desesperada por armas anti-tanque. Até que mais peças do formidável anti-carro 7,5cm PAK 40 pudessem ser produzidos, uma solução imediata foi a de colocar os canos do canhão francês de 75mm modelo 1897 em reparos para o transporte mais moderno do modelo PAK 38. Equipado com um freio de boca, a arma resultante foi chamada de 7,5cm PAK 97/38(f). Um total de 3700 canhões foram produzidos entre 1942-43 e serviram em vária frentes até o final da guerra. Na praia de Omaha, existia um desses canhões PAK 97/38 colocado num espaldão aberto (tipo Pit) e fazia parte das defesas do WN72, localizado em D-1 Draw.

Este meu modelo é da DML/Dragon, foi pintado com acrílicos Tamiya. Como na cena deste diorama é para aparecer que o modelo foi abandonado, então usei um set de caixas de munição do Verlinden e demais acessórios espalhados são Tamiya.

*Clique na imagem para visualizar melhor.

Agradeço a sua Visita!!!

sexta-feira, 10 de maio de 2013

EUROPEAN TRAM FROM MINIART



Finalmente vamos ter um Bonde para montar....Isto é de fato uma agradável surpresa uma vez que praticamente não existe este tipo de modelo no mercado de kits, na escala 1/35. Para aqueles que fazem dioramas então, este modelo é um prato cheio:
Parece que a Miniart caprichou; são perto de 385 peças para montar de um modelo de carro elétrico mais comum que existia em qualquer nação européia nas décadas de 1930-40. Uma boa idéia para enriquecer as cenas em dioramas sobre Stalingrado, Berlin....

*Clique na imagem para visualizar melhor.

Agradeço a sua Visita!!!