quarta-feira, 20 de abril de 2011

RED ARMY SCOUTS AND SNIPERS

Os "Razvedchiki" ou Destacamento de Reconhecimento, eram considerados a elite do Exército vermelho durante a Segunda Guerra Mundial. O processo seletivo era simples. Em cada Divisão de Infantaria, escolhia-se os homens com melhor qualificação na instrução de tiro individual. Depois disso, noções de camuflagem e progressão no terreno, tornavam o combatente apto para as missões de combate. A maioria dos regimentos de fuzileiros, podia ter uma Companhia de reconhecimento. Com isso, a própria Divisão (de Infantaria) formava um Batalhão de Reconhecimento.

Os "Snipers" tiveram amplo emprego , tanto pelos alemães quanto os russos durante a continuidade da guerra. Stalingrado foi um perfeito campo de caça para eles.....

O mais famoso do lado soviético, foi Vasili Zaitsev, que abateu 242 inimigos durante a Batalha de Stalingrado, de Agosto 1942 até Fevereiro 1943.

UNIFORME, ARMAMENTO E EQUIPAMENTOS:


O uniforme de camuflagem era geralmente de uso exclusivo para as unidades de reconhecimento (scouts) e de atiradores (Snipers), entretanto unidades da engenharia de combate, forças aerotransportadas e algumas tropas de reconhecimento da NKVD, também faziam uso deste tipo de uniforme.


O tipo de camuflagem mais comum de ser usado, era o padrão amoeba. A origem deste tipo de camuflagem, data por meados dos anos 30...entre 1937-38.


Este padrão foi produzido em diversas variações na tonalidade da cor das sombras, desde o um dark brown e black impresso sobre um tecido, cor a cor do fundo que podia ser um verde-claro e caqui claro podendo chegar até mesmo em areia-claro (Sand, Radome Tan, ou Buff).





Além do "amoeba", existiam outros padrões de uniforme camuflado, tais como o "Zig-Zag Pattern"......

....."Leaf Pattern", que possuía um desenho semelhantes a folhas de chá.





O KIT DA DML/DRAGON:

Com a referência 6068, este set de figuras da Dragon é de fácil montagem e as peças com bons encaixes e são bem moldadas. O destaque das poses, vai para a figura na posição de tiro. Excelente! Além disso, as demais figuras estão em aceitável reprodução do uniforme. A dificuldade mesmo foi em reproduzir nas figuras, a pintura desta "aparente" simples camuflagem....(!)



Esta figura é do catálogo antigo da Hornet, toda em metal na escala 1/32 ou 1/35. Acho que está fora de produção. Foi pintada em acrílicos da Tamiya e na pintura da pele usei óleos da acrilex.

Diversos tipos, com diferentes desenhos de peças das roupas do uniforme, foram produzidos pela indústria textil soviética, mas o mais comum de ser visto é o conjunto do tipo 2-peças das quais são moldadas as 4 figuras do kit da Dragon.

A vestimenta fabricada em algodão, era bastante folgada e confortável. Possuía um grande capuz, o que proporcionava ao combatente uma certa proteção contra a chuva e o mau tempo e era um ítem importante também para a camuflagem individual do Sniper.

As diversas fotos onde aparecem os militares destas unidades (Scouts ou Snipers) e o próprio set de figuras da Dragon, refletem uma simplicidade peculiar: Operavam no campo com o mínimo de equipamentos. Além da munição para as suas armas, podiam carregar também um cantil. Outros ítens como binóculos ou granadas era capturados dos seus oponentes alemães.

A princípio, os Red Army Scouts e Snipers, usavam armas automáticas tais como a PPSH-41, embora a automática menos comum de se usar era a MP-40 alemã capturada. A ilustração da tampa da caixa do kit da Dragon, aparece o sniper da esquerda, armado com o fuzil Mosin-Nagant 1891/30 com a luneta tipo PU (4x) enquanto que o atirador de joelhos usa o mesmo fuzil, porém equipado com a luneta tipo PE (4x).


Texto e Fotos, por Fábio Cunha.

*Clique na imagem para visualizar melhor.

Agradeço a sua Visita!