sábado, 17 de outubro de 2009

1/35 SDKFZ 232 "AFRIKANO"

A partir de 1936, o novo Schere Panzerspahwagen (FU) ou simplesmente Sdkfz232 8 rodas, começo a substituir o antigo Sdkfz232 6 rodas, como sendo o carro blindado pesado padrão, nos batalhões de reconhecimento das divisões panzers. O que diferencia o Sdkfz 232 do 231, pode ser identificado pela precença de uma grande e larga antena com um pivô sobre a torre.

O meu "Afrikano" 232, recebeu um tratamento de pintura para que mais se aproximasse com o visual dos veículos do DAK. Convido atodos, que confirem as fotos do modelo finalizado e acompanhem o texto explicativo, mostrando os detalhes da pintura e algumas curiosidades sobre o veículo.


Os primeiros veículos do DAK que participaram da Campanha do Deserto, pertenciam ao 3th Batalhão de Reconhecimento Blindado, da 3thDivisão Panzer. Em áfrica, esta unidade formou a base da 5th Divisão Ligeira. Os veículos eram pintados em overall dark grey. No início de 1941, a Wehrmacht não posuia tinta apropriada para as condições climáticas africanas. Como solução temporária, os veículos eram borrifados com óleo, sobre o qual se espalhava areia....


Assim, as batalhas iniciais ocorridas sobre o deserto líbio, tiveram envolvidos veículos militares alemães pintados em overall dark grey. A areia e poeira, elementos naturais abundantes naquele calor africano, se depositava facilmente sobre os veículos, criando quase que uma camuflagem natural, o que contribuía para reduzir o contraste de cor entre o cinza alemão e a cor da areia.


O kit da Tamiya 35036 Sdkfz 232 (8 rodas) foi montado direto da caixa, sem grandes modificações. Depois de uma base tinta enamel, podendo ser o RLM 02 Grau da Model Master, foram utilizadas tintas acrílicas xf-24 da Tamiya para reproduzir o German Grey dos Panzers Alemães (RAL7027). Usei aerógrafo para agilizar a pintura.


Para ficar com a "roupagem" característica dos veículos do DAK, usados durante aquele período inicial da luta no deserto, a pintura Dark Grey original foi parcialmente coberta com o XF-59 "micropintado" a pincel de ponta fina nr2 e tipo pêlo-de-marta.


O efeito de pintura desgastada foi feito usando um Humbrol 56. Os decais foram colados com cola branca. Foi aerografada uma capa de verniz acrílico X-22 Tamiya. Em seguida foi aplicado o Washing com óleos raw umber, titanium white e yellow ocre repetidas vezes e em diferentes quantidades até obter um resultado satisfatório. Para reduzir a viscosidade dos óleos acrilex, costumo usar o diluente 22.002 da Renner. As partes emborrachadas das rodas foram pintadas com tinta a óleo de cor preta, assim como também, o envelhecimento dos escapamentos.

Depois de tudo, o veículo recebeu um tratamento de envelhecimento com giz pastel de diversas cores aplicados com um pincel plano nr4 e nr6 de pêlo-de-marta. A TÉCNICA de pintura e de whashing aplicados neste modelo é conhecido por muitos modelistas sendo portanto, novidade para ninguém por ser amplamente descrito em muitos livros ou sites de modelismo. Entretanto, o MÉTODO de execução é adquirido através da experiência pessoal, na repetição constante e no aprimoramento da técnica e deve ou pode ser melhorado até atingir o grau de satisfação desejado para cada modelista.

A bandeira nacional alemã, facilmente vista por suas cores, servia como um excelente painel de identificação aérea para os pilotos da Luftwaffe. Era extendida em alguns veículos, somente nos momentos em que os alemães conseguiam obter a superioridade aérea sobre o campo de batalha.

O símbolo tático para uma companhia de reconhecimento motorizado, em branco, pode ser vista no canto da lateral esquerda do veículo. A palmeira do DAK também é decal e aparece do mesmo lado, logo abaixo da torre.

A divisional marking foi pintada a óleo e pincel e identificam a unidade de origem do veículo: 3th Divisão Panzer.
Um trabalho estafante e de muito tempo de dedicação foi dispensado na tarefa de tornar este "spahwagen" num autêntico "afrikano". Em especial, no acréscimo de pequenos e vários acessórios, como mochilas capacetes, jerricans.....as figuras são de resina de vários fabricantes e sofreram modificações na postura. Tudo isso são ítens necessários a caracterização deste veículo, onde também temos que recorrer a uma boa consulta em literatura especializada, para conseguir apresentar um kit de veículo blindado alemão o mais próximo do completo e da aparência real possível.
Para ver mais detalhes, este modelo vai aparecer ambientado num cenário, onde em breve, publicarei um interessante diorama sobre o D.A.K.
MODELO, FOTOS E TEXTO: Por Fábio Cunha.
Agradeço a sua Visita!!!